sábado, março 17

Amor ... ?

"Eu não quero alguém que morra de amores por mim. Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar perto de mim, que me abrace. Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importa com que intensidade. Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto gostem de mim. Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante para mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível. E que esse momento será inesquecível. Só quero que o meu sentimento seja valorizado. Quero sempre poder ter um sorriso estampado no rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre. E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar os meus olhos e imaginar alguém. E poder ter a certeza absoluta de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar das minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho. Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é o meu sentimento, e que não brinque com ele. E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo. Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para lhe mostrar que o amor existe. Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz. Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez tenha êxito e serei plenamente feliz. Que eu nunca deixe a minha esperança ser abalada por palavras pessimistas. Que a esperança nunca me pareça um "não" que nós teimamos em pintar de verde e entendê-lo como "sim". Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ela é especial e importante para mim, sem ter de me preocupar com terceiros. Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão. Que o amor existe, mesmo que doa, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim, e que valeu a pena."

Palavras sábias, obrigado por tudo, por através do pensamento fazer deste um mundo mais colorido.

Duarte Vieira

sábado, janeiro 21

Vejam bem.

Porque não aproveito o tempo como devia nem o uso para fazer nada de jeito, tenho tido tempo para fazer nada de jeito e ainda me sobra algum para coisas acessórias. Tenho, por isso, pensado em coisas que embora sejam nada de jeito, me interessam de alguma forma, em quantidades reduzidas, porque o que me interessa em quantidades alargadas são coisas com algum jeito, e o tempo não chega para tudo.

Vejam vocês, então, no que ando eu a pensar.
Imaginem só qual será a selecção que no Euro 2012, que se vai realizar na Polónia e na Ucrânia, tem os maiores gastos em dormidas e alimentação. Os colchões têm de ser fofos para prevenir lesões nos lombos, e português que é português está habituado a cozidos de cá e a pasteis de nata. A Alemanha está em sexto em despesas com o hotel. Pelo menos no futebol, estamos ricos. Era bom que fosse mentira.

O Fado é património do mundo. Guimarães é capital europeia da Cultura. O nosso primeiro-ministro disse uma coisa bonita aos senhores da troika. Não tem chovido. O nosso presidente da republica fez asneira. O Bojinov não deixou o Sporting ganhar o jogo. Há gente da bancada do PS a aceitar convites de programas de humor. O António Lobo Antunes disse que uma das coisas importantes neste mundo é o Messi. O Real Madrid perdeu. O Barcelona ganhou. Cristiano Ronaldo e Mourinho estão na equipa da década. O Zidane também está. E o Messi, a coisa importante do Lobo Antunes. Não está para chover breve.


Nunca mais chove...


Cristiano Lopes Frazão